ongrace.com

> Mensagem de Hoje ...

25/08/2016 - ESFORÇANDO O CORAÇÃO DOS ANJOS

  • Envie por Email
  • Imprimir



E trarei um bocado de pão, para que esforceis o vosso coração; depois, passareis adiante, porquanto por isso chegastes até vosso servo. E disseram: Assim, faze como tens dito. Gênesis 18.5

Nossa participação na obra de Deus não é um simples agir, mas algo de importância grandiosa, pois, apesar de ser o Senhor quem opera maravilhas em nosso meio, Ele precisa da nossa cooperação para a obra ser feita. Isso é incrível e está nas Escrituras (Mc 16.15; At 1.8, Ml 3.10). A salvação dos perdidos depende da nossa instrumentalidade, nossos dízimos, das ofertas e da nossa consagração ao Onipotente. Mas é importante saber que Ele não pode nos usar se estivermos em pecado. 

Deus nos chama de cooperadores (1 Co 3.9) e, por certo, isso não é a uma linguagem lisonjeira, mas uma verdade que, se entendida e praticada, nos levará a maiores realizações. Portanto, consagre-se a Ele e evite qualquer envolvimento com práticas condenadas pelas Escrituras. Ao agir desse modo, você não estenderá mãos vazias de poder e sujas de coisas imundas. Somos os únicos responsáveis por fazer a obra divina em nossa geração, por isso não podemos errar.

Durante o ministério terreno de Jesus, se Ele não tivesse usado a Sua autoridade ao expulsar os demônios, os endemoninhados não teriam sido libertos. Da mesma forma, se não crermos no poder de Deus nem ordenarmos que os espíritos malignos batam em retirada, conviveremos com pessoas que têm, por trás de suas atitudes, os espíritos malignos prontos a matar, roubar e destruir (Jo 10.10a). Nossa responsabilidade é enorme, e cumpri-la significa estar com o celeiro sempre cheio a ser usado na hora certa.

Na Idade Média, a Idade das Trevas, Deus não salvou nem libertou a multidão de sofredores devido às grandes epidemias que ceifavam a vida deles, pois não havia quem se oferecesse para ser uma ponte, ou melhor, um instrumento dEle. Da mesma forma, em nossos dias, se não nos levantarmos para expulsar doenças, como câncer, zika, chikungunya e demais males, o povo não será liberto. Por sermos do Senhor, temos autoridade para orar e esforçar os Seus anjos, a fim de que ajam em nosso favor.

Abraão fez uma declaração diferente aos anjos de Deus que foram até ele quando o dia já tinha aquecido. Ele estava assentado à porta da tenda. Ao vê-los, logo percebeu quem era eles e correu-lhes ao encontro. O patriarca, vendo ali uma oportunidade para servir a Deus, convidou-os a lavar os pés e recostar-se debaixo da árvore, para, em seguida, dar-lhes pão. Abraão achou que a chegada deles era para comer o pão.

Os anjos não disseram que o patriarca estava enganado, ou que, como seres angelicais, não comeriam o pão dos homens. Ora, nem todo pão é algo material, porque o Altíssimo tem nos dado a Sua Palavra. Aquele pão era símbolo das revelações recebidas por nós, as quais são “energia” a ser dada aos anjos. Não podemos retirar a Palavra da fé pronunciada por nós diante dos mensageiros de Deus, a fim de terminarem a obra divina.

O simbolismo era real. Um homem deu leite, manteiga e pão aos anjos. Então, veio a grande bênção: Sara, em idade avançada, daria à luz um filho. Ao saber da revelação, ela riu da notícia de que seria mãe sendo idosa, mas nada é impossível para Deus. O pão da fé fará a promessa se cumprir em você.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai! Como alguém poderia supor que pudesse alimentar os Teus anjos? A revelação dada a nós, na qual nos assentamos à porta da tenda, há de fazer estranhos atos acontecerem e até uma velha estéril ser mãe.

Que, no calor do dia, no momento do cumprimento da Tua promessa, estejamos firmes e assentados esperando a Tua vinda. Então, prepararemos a comida a qual nos tens dado. Assim, daremos forças para o inacreditável acontecer. Somos gratos pelo Teu amor.

Temos de aprender muito de Ti, porém não podemos desperdiçar as Tuas revelações, para que, quando a obra estiver prestes a ser feita, tenhamos o pão que realizará o milagre. A Tua bondade para conosco é muito apreciada e, por ela, Te agradecemos. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Como podemos enterder as diferenças de raças por ex: Japonês, Africano e outras uma vez que todos em princípio foi gerado do mesmo casal. Relatam em estudos que algumas...

Como dizia Einstein, entre nós só exise uma raça, a humana. Os diferentes grupos étnicos têm o mesmo DNA, com variações absurdamente mínimas. Além disso, o conceito de...

»VEJA MAIS

Produtos que abençoam vidas!

Busca de produtos
Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus
Ongrace.com • O site do povo de Deus.