ongrace.com

> Mensagem de Hoje

29/07/2014 - TRISTE DECISÃO FINAL

  • Envie por Email
  • Imprimir
Disse-me, porém, o SENHOR: Ainda que Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, não seria a minha alma com este povo; lança-os de diante da minha face, e saiam. Jeremias 15.1

Pecado, pecado e pecado. Por que aceitar a mentira do diabo? Infelizmente, muitos se fecham completamente para o Senhor e, até o último momento, são iludidos pelo inimigo e dão o trágico passo de lhe atenderem. Mesmo assim, o bom Deus continua convencendo as pessoas a se arrependerem e se voltarem para Ele, mas algumas preferem o engano, achando que não haverá o dia da prestação de contas.

O pecado abre as portas para as operações malignas. Então, a consciência dói, o indivíduo conclui que está separado de Deus, e, por fim, vem a destruição eterna. A missão do diabo é roubar, matar e destruir (Jo 10.10a), e, para cumpri-la, ele usa todos os ardis possíveis, levando a pessoa a se sentir o máximo no seu erro e até a acreditar que Deus não a condenará. Dessa mesma maneira agia o povo de Judá nos dias anteriores à destruição de Jerusalém por Nabucodonosor. 

É simples resolver o problema do pecado; basta confessá-lo. Se alguém teve a coragem de pecar, por que não ter a ousadia para revelar a transgressão? Quem não se acerta com o Senhor, o qual é riquíssimo em perdoar, erra duas vezes. Na primeira, por ter aceitado a tentação; na segunda, porque deveria ter confessado sua iniquidade, mas não o fez. Alguns entendem que têm de se consertar com a pessoa contra quem erraram, mas não obedecem a essa ordem divina. Cada vez que não confessam, equivocam-se de novo.

Até o último minuto, o Altíssimo instrui Seus filhos a não pecarem. Algumas pessoas que caíram testemunharam que, até o momento em que consumaram a tentação, elas tremiam; era como se ouvissem alguém lhes falando que não desobedecessem. Na indecisão, deixaram-se levar pela tentação e erraram. Desde então, ficaram transtornadas e passaram por grandes provações. Se não houver arrependimento e acerto, sofrerão muito mais.

Existem aqueles sob uma forte convicção do Espírito de Deus, o qual, ao saber o que lhes acontecerá no Dia do juízo, insiste para que confessem; porém, a maldade no coração deles não deixa que falem a verdade. Por isso, no dia a dia, só há dores, problemas e tropeços, porque estão na mão do demônio. Só existe um jeito de sair desse laço: achegar-se a Deus, pois Ele diz: “Volta!”.

O fato de não se arrepender impede o Senhor de lhe perdoar. Quando Deus emitir a sentença, nem mesmo a oração do representante da Lei e dos profetas conseguirá mudá-Lo. Se você transgrediu, não espere para ver, por que, certamente, sofrerá as consequências de suas atitudes.

Quanto ao final dos habitantes de Judá, Deus enviou Jeremias, que, com lágrimas, dia e noite, advertia-os sobre o destino deles. Então, por não se emendarem, marcharam sob as ordens de Nabucodonosor para a Babilônia e lá ficaram por 70 anos, conforme o profeta havia revelado. A respeito do cativeiro que aguarda os impenitentes, Jesus afirmou que é para sempre.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus imutável! Mesmo sabendo das consequências do pecado, há quem não meça o prejuízo e se dê ao diabo. Mas por que não Te respeitar e ter a Tua comunhão? Senhor, é tão bom viver em santidade.

Pai! A mentira de Satanás tem sido aceita por muita gente. Há pessoas andando como bêbadas, ao não medirem o quanto sofrerão para sempre por causa de uma paixão. No entanto, pela eternidade, lamentarão a estupidez que as fez darem ouvidos ao tentador.

Muitos seriam curados ao se renderem a Ti, convertendo-se de coração. Aqueles que Te obedecem e têm prazer em cumprir os Teus mandamentos tornam-se mais felizes e prósperos.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário. É correto no final das orações terminá-las em Nome de Jesus? O que é determinar que o nosso pedido em oração seja atendido? Então como orar? A Paz Luís...

Oramos em o Nome de Jesus para cumprir o ensinado por Ele mesmo em João 14.13. Determinar é pôr em prática, no mundo espiritual, os nossos direitos como filhos e herdeiros...

»VEJA MAIS

Produtos que abençoam vidas!

Busca de produtos
Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus
Ongrace.com • O site do povo de Deus.